9 técnicas de organização e otimização do tempo que todo estudante de Direito deveria conhecer

0
💡

O estudante de Direito é um ser altamente atarefado. Não existe no Planeta Terra ninguém mais ocupado do que ele. Bom, é isso que todos os estudantes de Direito pensam, mas é compreensível: são muitas coisas para fazer! Aulas, trabalhos, estágios, estudos, leituras, acompanhamento de notícias… Isso só para começar!

Pensando nisso, elaboramos um post especial sobre organização e otimização do tempo, para estudantes de Direito, contendo nove técnicas para que você experimente e potencialize o seu desenvolvimento pessoal, acadêmico e profissional!

Sem mais delongas, aqui vão as “9 técnicas de organização e otimização que todo estudante de Direito deveria conhecer”:

1 – Tenha uma visão geral dos seus projetos e tarefas

David Allen - A Arte de Fazer Acontecer
Clique na capa e compre na Amazon Brasil (link afiliado)

A primeira coisa que você deveria pensar, quando deseja organizar-se e otimizar o seu tempo, é ter uma visão geral e imediata sobre tudo o que você precisa fazer. Um autor que desenvolve profundamente essa ideia é David Allen, no seu livro “A Arte de Fazer Acontecer” (livro que você encontra na Amazon Brasil neste link afiliado).

De forma bastante resumida, a ideia é que você tenha acesso rápido a uma lista (ou conjunto de listas) de todos os seus projetos e tarefas. Projetos podem, aqui, ser definidos como uma grande área de atividade na sua vida, como, por exemplo a faculdade de Direito. Os projetos podem ser mais restritos, como cada uma das matérias da faculdade. Já as tarefas são as unidades de ação, por exemplo: ler os dez primeiros artigos do Código de Processo Civil.

O segredo é não deixar nada para ser lembrado pelo cérebro. Coloque tudo para fora, por meio da anotação em papel ou no computador. Apenas tome o cuidado de manter um sistema atualizado de projetos e tarefas, e você só conseguirá fazer isso se checar e modificar frequentemente a sua lista.

2 – Use o Google Calendário

Google Calendário é um aplicativo de marcação de compromissos e lembretes. Existem inúmeros aplicativos semelhantes, que você pode escolher à vontade. Recomendo o Google Calendário simplesmente porque é o que eu uso e com o qual estou mais familiarizado.

Com aplicativos como esse, você poderá ter uma noção clara dos compromissos do dia, semana, mês etc. E há funcionalidades que ajudam a otimizar seu tempo, como os alarmes personalizados, que enviam notificações com antecedência, permitindo que você se concentre em qualquer outra coisa até ser lembrado do que precisará fazer em breve.

3 – Planeje o dia com base no tempo disponível

Você já sabe que planejar é importante. Mas, nem sempre, temos noção de como planejar de forma eficiente. Sabemos fazer listas do que precisamos fazer, mas não entendemos quando não conseguimos realizar as tarefas.

Um dica é planejar diariamente, com base no tempo disponível. Você pode fazer isso logo pela manhã, refletindo rapidamente (coisa de menos de cinco minutos) sobre o tempo que você terá para realizar suas tarefas. Assim, você conseguirá encontrar preciosas “janelas” de tempo livre, ainda que seja de apenas trinta minutos.

Ao visualizar o tempo livre, ou seja, aqueles momentos em que você não está nas aulas nem no trabalho, nem fazendo outras coisas essenciais como se alimentar, tomar banho etc., você poderá, com mais facilidade, comprometer-se a utilizar aquele tempo para coisas úteis, como estudar, fazer um trabalho, analisar uma lei, elaborar seu currículo etc.

4 – Saiba fazer as coisas por partes

Ninguém sabe ao certo a origem, mas há um comportamento que está impregnado na vida de quase todas as pessoas: a tendência de tentar concluir aquilo que começamos, antes de qualquer descanso ou distração.

Isso deve ser coisa dos nossos avós, que diziam “primeiro o dever, depois o prazer” (ou “primeiro a obrigação, depois a diversão”). Estava certíssimo, na época deles, pois mesmo que trabalhassem muito, suas tarefas eram, em geral, pouco variadas. Conseguiam viver e se sustentar fazendo uma coisa só, e mesmo os estudos eram menos complexos do que nos dias de hoje.

Atualmente, cumprir um dever todo de uma vez é praticamente impossível, e isso leva, muitas vezes, à frustração. Mas não caia nessa! Procure fazer as coisas por partes, interrompendo a qualquer momento para reinício em outra oportunidade.

Exemplificando: você tinha aqueles dez artigos do Código de Processo Civil para ler. Você teve tempo, hoje, para ler apenas três. Ótimo! Faça as outras coisas que precisa fazer e, quando puder, volte e leia mais alguns artigos. Verá como tudo flui mais tranquilamente.

Ah, confie no seu cérebro! Ele saberá se organizar sozinho com base no seu comportamento.

5 – Entenda a importância de ser multitarefa

Essa é uma extensão da técnica anterior. Não pense que um dia conseguirá tempo livre o suficiente para fazer uma coisa só. Tudo bem, talvez você consiga, mas não é um “investimento” que eu recomendaria.

A realidade atual exige sermos “multitarefa”. Você ouvirá muito sobre isso nos livros de Ryuho Okawa. A ideia é: entenda que seu cotidiano, no século 21, é cheio de tarefas que visitam você ao mesmo tempo. Aprenda a lidar com isso e se solte mais, para tocar vários projetos ao mesmo tempo.

6 – Cumpra os compromissos que estabeleceu com você mesmo

A aula começa às 7h e você está lá. O estágio começa às 13h e você está lá. No dia da prova, você está lá. Na festa de aniversário, você está lá. Ótimo! Então, porque temos a tendência a não cumprir nossos horários conosco mesmos?

Cá entre nós: sabemos que, às vezes, parece ridículo estabelecermos horários para nós mesmos, como se estivéssemos sendo certinhos demais. Parece loucura olharmos no relógio e dizermos: faltam dez minutos para o meu horário de estudo e, depois de estudar vou tomar um banho.

Acontece que a melhor coisa que você poderia fazer na sua vida é, exatamente, cumprir os compromisso que estabeleceu com você mesmo. Seja tão disciplinado quanto naqueles momentos em que você deixa de tomar o café da manhã para chegar a tempo na faculdade, ou vai fazer a prova com dor de cabeça. Verá o quanto vale a pena!

7 – Não tenha vergonha de cronometrar

Os melhores estudantes do mundo cronometram seu tempo. Quando comecei a fazer isso, usava realmente o cronômetro do celular. Hoje sou mais flexível e defino um período para determinadas tarefas, com possibilidade de ajuste para alguns minutos antes ou depois do término.

A ideia, aqui, é não ter vergonha de cronometrar. Você perceberá que dizer “vou estudar” é muito diferente de dizer “vou estudar cinquenta minutos”. Veja: se você estudar 50 minutos todos os dias, 30 dias no mês, terá estudado 25 horas mensais! Acho que você se surpreendeu agora, heim!

Por isso, em vez de ficar confuso buscando aquele qualidade de vida para ter um dia todo livre para fazer determinada tarefa, comece usando pequenos blocos de minutos cronometrados. Os efeitos serão devastadores (no bom sentido!).

8 – Use fichários com envelopes plásticos

Organize seus papeis em fichários daqueles com envelopes plásticos transparentes, ou pastas já encadernadas do mesmo tipo. É que, com o tempo, os papeis vão se acumulando, mesmo com o uso intenso de computadores atualmente. Se você empilhar os papeis, vai se perder em coisas que ficarão esquecidas no meio do bolo.

Muito melhor usar aqueles fichários, bastando então folhear para ter noção do que está ali dentro.

9 – Ignore estrategicamente suas redes sociais

Você não precisa abandonar o Facebook, o WhatsApp, o Snapchat nem qualquer outra rede social ou aplicativo de comunicação que você costuma usar.

Você poderá continuar usando-os normalmente. Apenas programe alguns “apagões”. Por exemplo, quando pegar um bloco de alguns minutos para estudar, silencie o celular ou feche a janela do navegador e ignore todas as suas redes sociais naquele período.

Se fizer isso, nas primeiras vezes você já terá duas percepções: que ninguém vai morrer porque você deixou de olhar as redes sociais por alguns minutos; e que é muito mais interessante olhar as redes sociais depois de uma pausa.

Ah, a mesma dica vale para e-mails

Conte-nos a sua experiência

Você tem suas próprias estratégias de organização e otimização do tempo? Experimentou alguma das nossas sugestões? Ou já conhecia todas?

Compartilhe conosco suas experiências!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here