Anotação #12-2010

5
💡

Eu soube através da Cecilia Tanaka (@cecilia_tanaka) no Twitter (ver aqui) a respeito de um post do blog Livros e Afins informando que a Editora Landmark apresentou ação judicial contra as blogueiras Denise Bottmann e Raquel Sallaberry Brião. Pelo que entendi, Denise (que é autora do blog Não Gosto de Plágio) estaria sendo processada por ter exposto e analisado um (ou mais?) caso de plágio por parte da Editora Landmark. Um dos posts de Denise, mencionados no post do Livros de Afins e que seria um dos que ocasionaram a ação judicial se intitula “Landmarkismo, estágio superior do plagiarismo?” (a obra em questão seria “Persuasão”, de Jane Austen). Uma das formas que Denise usa para demonstrar o plágio é muito interessante: expor a coincidência de erros de tradução. Não encontrei ainda o motivo pelo qual Raquel (ver o site de Raquel aqui) também foi processada. Não tenho aqui o conteúdo da ação – mas não estiver em segredo de justiça e alguém quiser me enviar uma cópia digitalizada…

SHARE
Previous articleAnotação #11-2010
Next articleO fundamento do novo CPC é inconstitucional
Gustavo D'Andrea é advogado especializado em Direito Digital, mestre em Ciências (Psicologia) pela FFCLRP-USP e doutor em Ciências (Enfermagem Psiquiátrica) pela EERP-USP. Mantém o blog Forense Contemporâneo desde 2005 e criou a Forensepédia.

5 Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here