Berlim: Tropa de Elite leva o Urso de Ouro (2008)

2
💡

Hoje termina o Festival de Filmes de Berlim. O filme brasileiro Tropa de Elite (2007, dirigido por José Padilha) levou o prêmio máximo festival, o Urso de Ouro, dez anos depois que outro filme brasileiro, Central do Brasil, havia recebido o mesmo prêmio. A maior parte das pessoas com quem conversei e que assistiram ao filme, gostaram. E é uma satisfação receber a notícia de que um prêmio importante como o Urso de Ouro foi concedido a mais um filme brasileiro. Gostamos do nosso País e lutamos por ele, e é ótimo ter as nossas criações artísticas sendo reconhecidas internacionalmente.

A Variety havia publicado uma análise do Tropa de Elite, em sua cobertura do festival. A análise foi negativa. Jay Weissberg começa sua análise de forma bem incisiva, assim:

“A poderosa polícia militar brasileira é elevada a heróis do tipo Rambo no Trope de Elite, uma celebração monótona da violência para o bem que funciona com um filme de recrutamento para assassinos fascistas.”

[Esta foi minha tradução livre para o trecho original, em inglês, que está abaixo.]

“Brazil’s powerful military police are elevated to Rambo-style heroes in “The Elite Squad,” a one-note celebration of violence-for-good that plays like a recruitment film for fascist thugs.”

A verdade é que a análise não teve influência nenhuma na premiação, como dá para perceber. O portal G1 publicou no mesmo dia da análise uma notícia sobre ela.

Vamos deixar de lado isso, essas análises desesperadas. Vamos falar um pouco mais do que nos interessa. Tropa de Elite, então, ganhou o Urso de Ouro. Lembremos que o prêmio apenas confirmou a qualidade do filme. Nós já sabíamos dessa qualidade. Agora, dizer que o filme é bom não significa aderir a alguma ideologia que talvez possa ter aparecido no enredo do filme. Gostamos do filme porque é interessante, podemos assistir sem legendas, podemos falar sobre ele com quase todo mundo, porque quase todo mundo assistiu, podemos debater sobre as coisas que acontecem no filme.

Este blog já possui um post sobre o filme, onde escrevo sobre ele diante da idéia de ordenamento jurídico.

Parabéns ao José Padilha e a toda equipe do filme Tropa de Elite.

2 COMMENTS

  1. o filme é infelizmente um retrato da realidade, não faz apologia a violência…É o que acontece! O prêmio foi merecido, e o filme muito bem feito!
    Amanhã é niver do meu blog vai ter bolo pra ti lá!
    beijos

Comments are closed.