É hora de dar a sua opinião sobre este blog

52
💡

Agora é hora de saber o que você, leitor, acha deste blog.

Criei este blog em maio de 2005. Portanto, escrevo aqui há mais de um ano e meio. Procuro escrever sobre o que há de atual no mundo jurídico, especialmente no Brasil. É claro que não posso abarcar tudo o que acontece no meio jurídico brasileiro e internacional, mas procuro expor opiniões sobre assuntos que acho importantes.

Depois de mais de uma ano e meio escrevendo, quero saber se o blog está sendo útil aos leitores. Por isso, proponho que os leitores comentem este texto, dizendo o que estão achando do blog.

Tenho algumas sugestões sobre como fazer isso, mas, como são apenas sugestões, o leitor não precisa se prender a elas.

Sugiro então os seguintes tópicos, nos comentários a este texto: como você conheceu o blog? Já tinha lido algum blog sobre direito? Qual a sua profissão? Os textos do blog foram úteis, de alguma forma? Há alguma crítica aos textos ou ao modo de escrever? Que assuntos gostaria de ler em um blog jurídico? Você lê o blog com que freqüência? O que você gosta neste blog? O que você não gosta neste blog?

Estas são apenas algumas sugestões. Espero que os leitores comentem, para que o blog possa melhorar cada vez mais.

SHARE
Previous articleFeliz Natal
Next articleMais três leis importantes neste final de 2006
Gustavo D'Andrea é advogado especializado em Direito Digital, mestre em Ciências (Psicologia) pela FFCLRP-USP e doutor em Ciências (Enfermagem Psiquiátrica) pela EERP-USP. Mantém o blog Forense Contemporâneo desde 2005 e criou a Forensepédia.

52 COMMENTS

  1. Olá!

    Tenho me preocupado com um fato em relação a mudança da lei no que serefere ao inventário. Sabe-se que o trâmite judicial obedece uma série de przos, com o objetivo, entre outros, de não prejudicar direitos de terceiros e, em especial, de interessados diretos que possam estar em lugar incerto e não sabido. Assim, pergunta-se: e se depois de lavrada a escritura pública aparecer um herdeito que não participou e nem esteve representado no ato de lavratura da escritura? Aliás, é de se prever que muitas partilhas e inventários serão efetuados em cartório com este propósito, de deixar de fora pessoas, as quais, deveriam ter tido prazo suficiente para tomar conhecimento de tal.

  2. sou bacharel em direito, recem formado, e gosto muito do seu blog, gosto de me informar-me de tudo que acontece no mundo juridico atual, e sempre estou consultando as opiniões aqui relatadas.

  3. Parabém por ser atuante no direito e fazer parte da história. Compreendo que temos que questionar para melhorar. E de acordo com meu entendimento sobre o direito que é baseado no bom senso, gostaria de agradecer pela atenção e seu trabalho na sociedade. Seria muito bom se todos tivessem a sua iniciativa.

    um grande abraço.
    claudio marzo gonçalves martins.

  4. Sou Acadêmica no Curso de Fundamento e Práticas Judiciárias, ministrado pela Unitins/TO, gostaria de saber o seguinte: é possível fazer uma separação consensual que já esta em trâmite no Judiciário, pela nova lei, ou seja, o processo já está correndo no Fórum, mais esta demorando muito a sair a sentença, com a nova lei eu posso me dirigir ao Cartório de Notas me separar e posteriormente esta juntando cópia nos autos ajuizado no Judiciário, ou a nova lei é só para os casos que ainda vão ser ajuizados.

  5. Olmerinda: sou advogada militante no Forum do Recife/Pernambuco.Aqui , até agora que eu saiba não houve nenhum caso de separação pela nova Lei 11.441/07. Assistí , na TV um documentário, mostrando um caso em São Paulo. O processamento da separação durou menos de meia hora. Quanto às ações em andamento no Forum , creio que não devem terminar no Cartório . Mas estou ainda pesquisando sobre o assunto.

  6. Olá, Gustavo D’Andrea. É a primeira vez que escrevo, mais já quero lhe parabenizar pelo seu trabalho. Entei no blog para me orientar. Pois fiquei sabendo da nova lei de divórcio a alguns dias. Estou separada a mais de dois anos , foi uma separação concessual e agora tomei a iniciativa de me divórciar. Eu queria saber como fica o caso de quem quer se divórciar e não tem condões de pagar, têm alguma lei que dê o direito de isenção neste caso?

  7. Olá Ana Claudia. Obrigado pela visita. Recomendo que você leia o post “Lei 11.441/07 – Inventário, partilha, separação consensual e divórcio consensual por escritura pública“. No post há um link para a Lei 11.441/07 (que fala de inventário, partilha, separação consensual e divórcio consensual por escritura pública) e há vários comentários. Mas você deve observar se a sua situação se adequa às condições previstas na Lei 11.441/07 (é sempre recomendável a consulta pessoal a um advogado ou a um defensor público).

    Em todo caso, lembre-se que a nossa Constituição Federal (no seu art. 5º, LXXIV), prevê que “o Estado prestará assistência jurídica integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência de recursos”. Se a sua situação de adequar às condições previstas na Lei 11.441/07, poderá ter aplicação o novo art. 1.124-A, §3º, do Código de Processo Civil (incluído pela lei mencionada) que diz que, no caso de separação e divórcio consensuais por escritura pública, “a escritura e demais atos notariais serão gratuitos àqueles que se declararem pobres sob as penas da lei”.

    Mais uma vez, recomendo que você consulte pessoalmente um advogado ou um defensor público.

  8. Quanto a nova lei de inventários, já temos algum comentários quanto a prazo? Pois com essa facilidade muitos que não procuraram o judiciario, farão administrativamente. Poderão desistir da via judicial e trocar para via administrativa????

  9. Excelente esse blog…muito bem frequentado….
    espero ter a minha dúvida esclarecida com rapidez…

  10. estou fazendo minha monografia sobre a nova lei Maria da Penha e tenho pouca informação. Por favor me ajude. me envia mais informações sobre esse tema, com dicas de bons livros, mais textos contendo informações sobre o que mudou, as penas, os direitos humanos da mulheres e tudo mais que puder me mandar.

  11. estou fazendo a minha monografia sobre a lei 11.340( maria da penha), queria solicitar material para a conclusão do mesmo,(obs ainda estou em dúvida sobre a matéria especifica a ser abordada).

  12. gostaria de ter material sobre a lei maria da penha, estou fazendo a minha monografia sobre tal assunto
    grato

  13. Estou fazendo minha monografia encima da Lei Maria da Penha, com enfoque violencia doméstica cometida contra a mulher gostaria de receber informações sobre o assunto, como faço para encontrar livros apropriados para que eu possa compor minha monografia?

  14. Olá Dr. Gustavo.

    Meu nome é Danyllo, sou estudante de Direito, e infelizmente só conheci este blog agora, não me pergunte como porque eu sinceramente não lembro. É um excelente blog e com certeza absoluta eu o acompanharei daqui pra frente 🙂
    (o feed já está assinado!).

    É raro ver blogs com a temática do Direito, ainda mais de bom nível como esse daqui.

    Agradeço pelo blog, que já me ajudou inclusive nas aulas.

    O blog, como já disse, é excelente! Minha sugestão é que continue com ele, pois está fazendo um excelente trabalho.

    Abraços,
    Dan

  15. Quero receber a nova lei ( 11.441/07) pelo meu e-mail, por favor, com todas as perguntas com respostas que contam no seu site. Sou academico de direito. Obrigado.

  16. Acho excelente esse Blog. Esclarece as dúvidas de muitos interessados.
    E, assim peço retorno ao meu pedido de Modelo de Petido de Arrolamento nos termos da Lei nº 11.441/07.
    Obrigada,
    Vanice M. Cobêro dos Santos

  17. Parabéns!
    O site traz o melhor da atualidade em matéria de direito. Continue assim fazendo a diferença, possibilitanto um maior intercâmbio entre operadores do direito e os ajudando.

  18. olá!!
    Eu adorei este blog.Ainda não sou um vestibulando, mas tenho muita fé em MEU DEUS que um dia serei uma boa juíza!!!Deixo aqui meus sinceros elogios, pois, este blog tem me ajudado muito com algumas pesquisas escolares, e lhe peço que continue com este trabalho maravilhoso que você esta fazendo.
    Obrigada!!
    fran

  19. É muito bom poder contar com pessoas que entendem de leis então os parabenizo por nos dar está atenção assim nos livrando dos oportunistas diante das dificuldades das pessoas

  20. O Cartório foi incediado e houve perda de dados sobre escrituras. Tenho que fazer nova escritura ou levar a escritura que tenho para que o cartório trascreva em novo livro?
    O cartório está querendo fazer nova escritura, eu arcando com todos as custas, está certo esse procedimento.

  21. oi eu sou lorena ely e sou fã forense. Eu estou na 8° série mas já estudo teses e teorias sobre cenas e investigaçoes de crimes eu quero fazer ciencia forense e direito para ser uma Cientista Investigadora forense, mas para que isso aconteça eu preciso de informaçoes. Quanmdo der manada para o meu msn curiosidades sobre anos de faculdade os maiores crimes da historia. E principalmente faculdades brasileiras que teem destaque em ciencia forense.
    Grata, Lorena Ely

  22. Eu tiro boas notas em Quimica, física e história, e estudo o codigo penal eu preciso muito me relacionar com pessoas do ramo forense. Ficarei grta se me add no seu msn, e se me derem algumas informaçoes e noticias sobre mudança no codigo penal e etc… O meu msn é Lore-lee@hotmail.com
    Agradeço antecipadamente.

  23. Gostaria de trocar meu nome e sobrenome pois é igual ou da minha mãe( Maria do Socorro) não tenho dinheiro e quando vou ao ministério Publico eles falam que não tem nada haver eu trocar, mas se o nome é meu e eu quero trocar porque não.Vi uma entrevista em um canal de televisão que em SP a garota trocou o nome dela no mesno dia e não pagou nada.Gostaria de saber sobre isso . E se tem aqui no RJ. Desde agora obrigada

  24. Antonio Rodrigo C.Freire Julho 01 2007
    Preciso de um modelo de minuta para pedido de divórcio consensual a ser realizado em cartório. Apesar do advento da Lei 11.441/2007, ainda não encontra-se disponibilizado nenhum modelo na internet para facilitar o trabalho dos advogados nessa inovação.

  25. Meu nome é Adriano Almeida, sou acadêmico em direito pelo CESMAC, e desejo receber modelos de petições de arrolamento e inventario, de acordo com a lei 11.441/07. Muito obrigado.

  26. Drº Gustavo D´Andrea, meus parabéns pelo brilhante trabalho de informação e ajuda ao cidadão leigo e com dificuldades para esclarecer dúvidas tão necessárias. Obrigado

  27. Gostaria de saber se uma partilha de Inventario Judicial já concluido pode ser re-ratificada extrajudicialmente de acordo com a Lei 11.441.

  28. sou funcionario de uma empresa que presta serviço a um hostital em são luis-ma ( empresa icn)e no mês de junlho irei me afastar do meu serviço para disputar um cargo eletivo (vereador),gostaria de saber se posso continua recebendo o meu salario no periodo que sai afastado,existe alguma lei.gostaria de saber qual e o artigo.muito obrigado pela atenção.

  29. meus avós são casados em comunhão total de bens. só que meu avô faleceu, minha avó tem uma casa em nome dela. os filho do casal tem direito à 50% dessa casa tb?

  30. Boa Tarde,

    A/C.:
    Gustavo D´Andréa.

    Em primeiro, agradeço pela Site e o comprometimento em levar a comunicação jurídica de uma forma serena e amigável.

    Entraremos com o Iventário e todos capazes e concordantes, há possibilidade de estabelecer um processo só, em casos de imóveis em outro estado, todos com contrato de compra e venda.
    São Paulo/ Tel. (0XX) 11 – 3318-2806.

  31. ola eu gostaria de saber se a minha mãe ten direto a uma das do meu pai pois ela mora con ele há 31 anose ten 4 filhos con ele todos de maiores, ele é casado e ten filhos neste casamento en caso de morte dele quais os direitos da minha mãe? obg beijos

  32. olá dr gustavo parabems pelo site, e eu gostaria de saber se a minha mãe ten direito as heranças do meu pai casa e dinheiro pois ela mora con ele há mas de 31 anos e ten filhos con ele e casa foi reconstruida con minha mãe sendo que meu´pai é casado e ten filhos neste casamento todos já são casados, ele ten 2 casas e por morte de meu pai quero saber quais são os direitos dela/ obg beijos aguardo aciosamente a resposta fica con deus e ate mas.

  33. Dr. Gustavo,
    Primeiramente PARABÉNS pelo seu site.
    Gostaria de obter informações sobre o seguinte caso:
    Tenho 22 anos sou leiga sobre leis, tenho um filho de 10 meses q é do meu “marido” q tem 48 anos.Ele saiu da casa dele a quase 2 anos, ele é casado e 3 filhos ( 18 – 20 – 21). Na casa dele dormia em quarto separado, já ñ dormia com sua ex mulher de 47 anos q já trabalhou e ñ é invalida. Ele saiu em dezembro 2007 sem entrar com o pedido de separação de corpos e conheci ele em fevereiro de 2008. Ñ fui o motivo da separação dele. Hoje seus filhos tem 18 vai a faculdade engenharia, 21 faz estágio e se forma em dezembro matemática e o 22 formado em administração e q trabalha em computação.Gostaria de saber: Ela ñ quer se divorciar, ele já pode entrar com o pedido de separação? tem q dar pensão a ela e os filhos? E o meu filho q direitos tem? E eu q direito tenho já q ele me fez largar o emprego, sair da casa de meus pais brigada com todos e estou de favor na casa do irmão dele. Fiz um DNA grávida e passei por constrangimentos da ex dele tentar me avançar na rua e na casa da vó dele. Peço encaricidamente SOCORRO, me responda.
    Obrigada e aguardo sua resposta!

  34. Dr. gustavo,sou empregada domestica e so vou pra casa no sabado de 3h da tarde e volto na sergunda de 6h40min e nunca tive folga nos feriados que é direito falei a minha patroa que eu tinha direito a feriados e ela me disse que se eu tive-se folga nos feriados eu teria que voltar no domingo de 3h40m ñ sei se ela estar cesta ou errada por que eu so durmo no trabalho pq ela queria uma pessoa que ficasse.mas eu queria fazer o curso no sabado +se eu aceitar os feriados eu tenho que esquecer o curso.eu tenho direito de sair no sabado de 11h e voltar na segunda de 6h40min e mesmo assim folgar nos feriados sem fazer o acordo com a patroa ou tenho direito por léi pelo modo que eu trabalhando passando a semana toda na casa dela.e vou dormir só de 9h a 10h da noite e me acordo de 6h da manhã e além disso faço tudo na casa dela.

  35. Olá,
    Minha dúvida é com relação às custas.
    Se tenho um inventário em curso no judiciário e resolvo desistir dele para fazer extrajudicialmente ( agora há acordo ), como as fica o pagamento das custas.
    Num cartório me disseram que se ainda não houve apresentação de partilha e pagamento do ITCMD só será pago o valor mínimo de custas. O valor integral é devido somente após esses procedimentos.
    Onde localizo isso? Já procurei nas normas da corregedoria mas não achei.
    Grata,
    Dora

  36. ATRASEI O PAGAENTO DO INSS DE MINHA EMPREGADA DOMÉSTICA.
    ELA SOFREU UM ACIDENTE.
    O QUE DEVO FAZER AGORA???

  37. Ola Dr Gustavo!!! Tudo bem??
    Preciso de um favor…. Comprei uma casa com meu namorado, hoje não estamos mais juntos. Só que desde de o começo somente eu pagava as prestações. A casa esta no nome de nos dois, mas não quero mais que seja assim… pra poder tirar o nome dele é muito complicado e no momento não da. Então gostaria de fazer um documento, uma carta onde ele abra mão de todos os direitos que ele tiver sobre o imovel. Gostaria de saber se o senhor poderia me enviar um exemplo de um documento assim..
    Muito sucesso em sua carreira..!!!
    Desde já agradeço a atenção!!!!
    Obrigada!!!

  38. Olá!
    Gustavo estou começando um blog jurídico e tive como primeira ideia criar um grande acervo sobre sites e blogs orientados pelo Direito, por sentir falta de uma blogosfera jurídica, para isso iniciei minha busca de blogs. No caminho encontrei o projeto 701, porém não consigo acessar a página wiki, pois ela exigir um cadastro – mas sem links que possibilitem novos cadastros.
    Gostaria muito de participar e interagir na blogosfera jurídica e acredito que o projeto 701 me pareceu um excelente modo, o senhor poderia me ajudar?

  39. Reitero meus Parabéns, por ser caro e persistente atuante no direito e fazer parte da história. Compreendo que temos que questionar para melhorar. E de acordo com meu entendimento sobre o direito que é baseado no bom senso, gostaria de agradecer pela atenção e seu trabalho na sociedade. Seria muito bom se todos tivessem a sua iniciativa.

    um grande abraço.
    claudio marzo gonçalves martins.

Comments are closed.