11 Comentários


  1. Parabéns pela postagem.
    Soubeste resumir em pooucas e belas palavras a discussão do #eadsunday de ontem.
    Minha estreia foi ontem, e venho dizer que minha presença já está confirmada para o próximo domingo.
    Novas formas de trocar experiência, trocar conhecimento, informações.
    Novos termos, novas discussões! Tudo isso deixou a discussão muito rica! E porque não viciante?

    Ontem aprendi o que são mashups…
    tudo isso porque o @joaomattar usou o termo mashupar…fui invetigar o que era e acabei descobrindo que já mashupava, inclusive em meu blog….

    Abraços.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder
  2. Volney Faustini

    Cara, você me surpreendeu! E superou as expectativas.

    Exelente a sua síntese e com isso condensar o papo-fórum-aprendizado. É por isso que creio que podemos mudar para melhor a educação – quiçá nosso país e o mundo.

    É a maravilha da web 2.0 para o novo amanhã! Valiosa sua contribuição, Gustavo! Domingo que vem tem mais.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  3. Muito bom, Gustavo! O #eadsunday vem crescendo a cada semana. Fiquei impressionada com a quantidade de followers em pleno domingo de carnaval. Como diz a letra “Um ìndio” de Caetano Veloso:

    “E aquilo que nesse momento se revelará aos povos
    Surpreenderá a todos, não por ser exótico
    Mas pelo fato de poder ter sempre estado oculto
    Quando terá sido o óbvio”

    Acredito que a EAD se resume nessa música!

    Abraços,
    Fernanda (@fernandapagani)

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  4. Excelente trabalho. Afinal o twitter consegue ser uma boa ferramenta de comunicação síncrona…

    Sugiro ainda a referência a um pontos que me parece significativo:

    Estes debates, tendo começado no Brasil, estenderam-se a Portugal, sendo uma clara manifestação do vigor e do poder da lusofonia no planeta.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  5. Opa,

    Como eu suspeitava, o twitter é uma péssima plataforma para discussões. Fica tudo confuso/disperso.

    E mesmo seguindo as hashtags não se pode reproduzir fielmente as conversações.

    Nada como mais de 140 caracteres para dar alguma organização na coisa.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder
  6. Volney Faustini

    A proposta na verdade é ser um papo-forum-aprendizado, e para isso o twitter é o pontapé inicial. Há desdobramentos? Sem dúvida. Eis esta postagem – bem feita por sinal.

    Mas se não houvesse a velocidade e o parametro 140 – talvez a coisa teria ficado pesada e chata, e nem começado. A realidade é que domingo a domingo a coisa está andando e crescendo.

    Creio não haver superioridade de plataformas, mas adequação e mix. Um pouco do que na verdade é a internet, ainda mais sendo 2.0

    É do Hernani Dimantas (do comunix) a analogia com o Parangolé. Cada vez mais percebo que ele tem razão!

    GD Star Rating
    loading...
    Responder
  7. Renato

    Boa idéia esse formato de coletânea. Até porque fica impossível juntar todas as conversas do dia.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  8. Olá, pessoal!

    Obrigado por virem aqui no blog e lerem o post. Evidentemente, frente à intensidade e extensão da discussão no #eadsunday de 14 de fevereiro de 2010, este post que escrevi pode ser considerado um panorama ou uma parte do que foi debatido. Devo ter deixado de mencionar algum tópico ou link (como alguns já apontaram nos comentários) e certamente houve muito mais participantes ótimos além dos que mencionei no post.

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  9. Parabéns.
    Acompanhamos o #eadsunday quase todos os domingos e o cumprimentamos pela capacidade de síntese e participação.

    Gentil Gonçales Filho
    @pgentil

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

  10. Olá Gustavo,

    estou publicando parte de seu post em nosso blog:
    http://fernandoscpimentel.blogspot.com/

    E aproveito para discordar do Sérgio Lima. Tenho acompanhado o #eadsunday desde seu início e esta tag tem sido uma ótima oportunidade para discussão, reflexão e apontamentos. E como na EAD, não existem conclusões, como parece sugerir o Sérgio. O conhecimento é mutável!

    GD Star Rating
    loading...
    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *