Estudar cibernética em 2010

0
GD Star Rating
loading...

O ano de 2010 já começou e começou muito bem! Investigarei mais a cibernética, claro que no seu sentido mais profundo, como ciência aplicável também aos seres humanos, e não apenas às máquinas. Para o direito isso é de suma importância, porque o direito fala de conduta humana e, quando há um litígio (quando duas pessoas se colocam em oposição em relação a direitos) costuma-se originar um processo no Judiciário. E então, tem-se uma meta bem frequente, que é a de realizar direitos.

Acredito que um grande passo para a realização dos direitos seria conhecê-los. É o que muitos leitores do Forense Contemporâneo têm buscado: conhecer seus direitos. Outro passo seria saber como realizá-los, ou ainda como realizá-los de forma eficaz.

Acredito, também, que conhecer e realizar o direito envolve muitas áreas do conhecimento e tem a ver também com atitude. Por exemplo, explorar as possibilidades de uma advocacia colaborativa no Brasil seria uma forma de buscar novas perspectivas na solução de litígios, mas os advogados precisariam querer e aprender a advogar colaborativamente, considerando, claro, que a advocacia colaborativa tenha sido estudada, desenvolvida e aceita como útil.

Será que estudar a cibernética nos ajudaria a entender melhor o direito e abrir mais caminhos para a sua realização?

Aproveito este post para agradecer muito as palavras realmente bonitas e motivadoras que recebi no final de 2009 e hoje, no início de 2010! O ano começou mesmo muito bem!

GD Star Rating
loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here