Gosto de cibernética! (continuação)

1
💡

Este post é continuação de “Gosto de cibernética!“.

O título original do livro de Maxwell Maltz, como eu dizia no post anterior, é Psycho-Cybernetics. Maltz criou o termo psycho-cybernetics (psicocibernética). E então, depois de saber que a cibernética poderia se aplicar ao cérebro humano, passei a considerar mais profundamente o que significaria cibernética.

Vamos no Houaiss, edição impressa de 2009, no verbete cibernética:

“Ciência que tem por objeto o estudo comparativo dos sistemas e mecanismos de controle automático, regulação e comunicação nos seres vivos e nas máquinas.”

Percebo então, o seguinte: cibernética não é algo exclusivo das coisas eletrônicas, como eu imaginava. Cibernética é mais do que isso. Gosto de cibernética.

1 COMMENT

Comments are closed.