História imaginária 6 – Leia um blog (parte I)

1
💡

Nosso personagem, o advogado Bob Law, mais uma vez se vê diante de uma situação interessante. Ele estava em sua sala, verificando sua agenda, quando seu telefone toca.

“Trimmmm!”

Bob Law – Bob Law!

Interlocutor – Bob Law? Aqui quem fala é o Guarda-Napo!

Bob Law – Alberto! Sempre brincalhão! Como está o tempo por aí?

Alberto – O tempo está ótimo, mas o clima está péssimo. E o pior: convidaram-me para dar uma palestra para um grupo de juízes e desembargadores. Eu deveria falar sobre meios de comunicação, já que os tribunais têm seus portais na internet e coisa e tal… Mas, estou com um problema: devo dar a palestra esta noite, e não consigo pensar em nada que eu realmente queira falar. Você sabe que eu posso falar bem sobre qualquer coisa, em qualquer momento. Mas, sinto que esta palestra tem que ser especial. Tenho lido os jornais e as revistas semanais, e não consigo me decidir por uma linha. Parece-me que, a cada linha que leio, há um jogo de palavras que sempre acaba em uma pergunta. E uma pergunta sempre sem resposta. Eu sei que o problema não está na revista ou no jornal, mas não sei onde mais! Eu pretendia falar aos magistrados sobre algo que lhes tocasse, mas não quero fazer “marketing” de alguma coisa. Quero falar de comunicação, mas não sei como! Você entende o que eu digo? Pode compreender isto?

Bob Law – Sim, eu posso.

Alberto – E, o que eu faço?

Bob Law – Leia um blog.

>>Continua.

———-

Observação (incluída em 24 de setembro de 2007): a segunda parte da “História imaginária 6 – Leia um Blog” está no post “História imaginária 6 – Leia um blog (parte II)“.

1 COMMENT

Comments are closed.