História imaginária 7 – Jus Café Shangai

4
💡

Nosso personagem, Bob Law, o grande advogado, está de volta em mais uma de suas aventuras. Certa vez, há alguns meses, Bob Law teve um sonho: encontrava-se em um Café – o Jus Café – na cidade de Ribeirão Preto. O lugar de fato existia e era muito acolhedor, mais até do que parecia em seu sonho. A dona do lugar, a advogada Clarice, tratava cada cliente como se fosse o único. O sonho havia sido tão claro que, depois de entrar realmente, pela primeira vez, no Jus Café, já não podia definir muito bem o que tinha sonhado.

Bob Law caminhava com estes pensamentos em uma rua de Shangai. Estava visitando um amigo. Seguiu até o endereço que este amigo indicou, e Bob Law sabia que não era o endereço de sua residência. Seguiu em meio a uma multidão de pessoas, e entrou no local indicado. Logo na entrada, seu amigo chinês Richard (ele prefere ser chamado assim nos negócios) o recebeu.

Richard – Bob Law, honrado amigo e jurista. Sempre pontual e sempre bem. Entre no meu humilde Café.

Bob Law Obrigado, honrado Richard. Seu Café está muito bonito. Mas, um momento…

Bob Law olhou para o menu disposto ao lado da porta, onde estava estampada a inconfundível marca: Jus Café.

Richard – Sim, Bob! Não precisa me dizer nada. Tenho uma mensagem da honrada Senhorita Clarice, endereçada a você. Sente-se. Você vai ler a mensagem enquanto toma um de nossos cafés especiais.

Bob Law concluiu que, de fato, Clarice tratava cada cliente como se fosse o único.

Richard – Aqui está. A mensagem e o café. Leia a sua mensagem e tome seu café.

Bob Law – Porque estou recebendo uma mensagem da Drª. Clarice, entregue por você e em Shangai?

Richard – Jus Café.

Bob Law – Vejamos o que há na mensagem.

Assim, Bob Law abre o envelope amarelo e retira a folha em que Clarice escreveu as seguintes linhas:

Dr. Law, espero que esteja sendo bem recebido em uma das unidades do Jus Café. Uma das primeiras coisas que nosso amigo Richard disse, quando nos conhecemos em Shangai, é que ele te conhecia. Conversamos apenas uma vez, em Ribeirão Preto, espero que se lembre. Em qualquer lugar que uma unidade do Jus Café é aberta, o debate jurídico saudável se instala. Apenas a sua presença já é algo que dá mais valor ao nosso trabalho: servir cafés e servir aos debates. Se o senhor está lendo esta mensagem, provavelmente está tomando um café agora. Obrigado por vir ao Jus Café novamente. Muito de seu pensamento tem se difundido em nossas unidades. O senhor não é considerado um cliente aqui, mas um convidado de honra. Todas as nossas unidades ficam abertas 24 horas por dia, e a sua presença é bem-vinda a qualquer hora e em qualquer idioma.

Bob Law está emocionado. Richard não diz nada, apenas aponta para o café que preparou. E Bob Law o sorve enquanto relê a mensagem de Clarice.

Em uma mesa próxima, alguns jovens advogados travam um debate jurídico interessante.

SHARE
Previous articleJ+
Next articleCQC: Cadeira de três pernas é genialidade
Gustavo D'Andrea é advogado especializado em Direito Digital, mestre em Ciências (Psicologia) pela FFCLRP-USP e doutor em Ciências (Enfermagem Psiquiátrica) pela EERP-USP. Mantém o blog Forense Contemporâneo desde 2005 e criou a Forensepédia.

4 COMMENTS

  1. Eu queria faser um site tipo esse mas que as pessoas podecem criar as historias que elas quisecem !
    Com os proprios personegens inventados pelas pessoas que entra no site !
    ADORARIA se alguém fisece um site assim com certesa eu entraria todos os dias ^^
    Bjos me liga *

Comments are closed.