Notas sobre as palestras de Coriolano Camargo e Simone Salomão na OAB de Ribeirão Preto (maio de 2010)

0
💡

É difícil encontrar um modo de escrever que consiga reproduzir de forma mais próxima o evento que teve lugar ontem (dia 25 de maio d 2010) no auditório da subseção de Ribeirão Preto da OAB/SP. Como mencionado em outro post, foram realizadas na noite de ontem palestras do Dr. Coriolano Camargo e da Profª. Simone Salomão, intituladas, respectivamente “Proteção de Dados nos Escritórios de Advocacia Contra Ameaças Cibernéticas” e “Otimização do Uso da Tecnologia nos Escritórios de Advocacia”.

Para aumentar o alcance das ideias tratadas na palestra e para potencializar a interação, procurei transmitir em tempo real via Twitter os pontos principais tratados pelos dois palestrantes (inspirado em experiência parecida, realizada no ano passado). Para organizar melhor os tópicos, utilizei a hashtag #AdvocaciaTecnologia (é importante lembrar que os palestrantes também estão no Twitter: @CoriolanoAC e @SimoneSalomao).

Para destacar algumas ideias: a Profª. Simone Salomão frisou que a digitalização de documentos a partir do formato em papel não deve significar necessariamente que o papel deve ser destruído ou mesmo deixado em segundo plano enquanto importante meio de registro de informações. Comentou ainda que devemos ficar atentos para a “geração Z”, pessoas muito mais integradas à tecnologia.

Um dos pontos mais altos da palestra da Profª. Simone esteve relacionado com a importância de não apenas existir informação, mas haver acesso a essa informação, assunto que se liga ao modo de organizar, guardar, “manusear” a informação, passando ao tema da segurança dessa informação.

Logo depois, o Dr. Coriolano passou à sua fala, de onde podemos destacar a relevante questão da metodologia para utilização de provas eletrônicas. Como provar que determinado conteúdo ou dado presente em equipamento ou na internet realmente existe/existiu e que realmente existe ou existiu na forma que se pretende provar? Definição clara de procedimentos técnicos para produção de provas e recurso a atas notariais foram exemplos de soluções para esse assunto.

Dr. Coriolano mencionou seu livro, intitulado “As múltiplas faces dos Crimes Eletrônicos e dos Fenômenos Tecnológicos e seus reflexos no universo Jurídico“, que está disponível no formato .pdf, no site da OAB/SP.

Foi, certamente, um evento sensacional!