Transporte sustentável

3
💡

Ônibus

Comunico, com grande satisfação, a publicação do artigo intitulado “O Estatuto da Cidade e os planejamentos de transporte e de circulação” (Revista Transportes Públicos, Ano 28, nº 111, 3º trimestre 2006, p.93-102 – publicação da Associação Nacional de Transportes Públicos-ANTP), escrito pela arquiteta Catherine D’Andrea (que é mestre em Engenharia Urbana pela Universidade Federal de São Carlos-UFSCar) em co-autoria com Archimedes Azevedo Raia Jr. (professor, mestre e doutor em Transportes, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana, Departamento de Engenharia Civil, da UFSCar).

Vale citar um trecho do artigo:

“Fica evidente que o alcance do objetivo de se construir cidades sustentáveis passa, necessariamente, pelo setor de transportes. Porém, apesar de todos os movimentos em favor da sustentabilidade urbana, por enquanto ainda se vê que cada vez mais a expansão urbana é incentivada pelas facilidades do uso do automóvel, que a infra-estrutura pública torna-se cada vez mais cara e o transporte coletivo deficitário. Propicia-se, dessa forma, grandes restrições de acessibilidade e mobilidade para a maior parte da população. Enfim, cidades sustentáveis somente serão possíveis com sistemas e modais de transportes igualmente sustentáveis.” (Catherine D’Andrea & Archimedes Azevedo Raia Jr. O Estatuto da Cidade e os planejamentos de transporte e de circulação. Revista Transportes Públicos, Ano 28, nº 111, 3º trimestre 2006, p.97)

3 Comentários

  1. Gostaria de parabenizar os autores. Li o artigo e achei de grande importância para o planejamento urbano no Brasil.
    Está correto o fato dos planejadores urbanos quase sempre não levarem em conta os demais aspectos relacionados com o planejamento das cidades: trânsito, transportes, sanemaneto e meio ambiente, segurança, etc.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here